Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Tactics Ogre: Let Us Cling Together

                                 O remake de um dos maiores clássicos dos RPGs táticos

Final Fantasy Tactics não é único RPG tático deste mundo. Poucos sabem, ou se lembram, mas a Quest é quem começou com essa febre, através da sua franquia Ogre Battle. Depois que vários membros importantes do time deixaram a desenvolvedora para embarcar na Square e criar Final Fantasy Tactics, a Quest continuou trabalhando na franquia e lançou uma sequência: Tactics Ogre: Let Us Cling Together.
O jogo apareceu pela primeira vez no Super Nintendo, em 1995, e então foi portado para o PlayStation e Sega Saturn. A versão ocidental do jogo, contudo, continuou sendo relativamente rara de ser encontrada. Felizmente, a Square Enix, por incrível que pareça, decidiu trazer o jogo novamente para os fãs em um remake para PlayStation Portable (PSP). Confira.

Escolhas
Antes do jogo realmente começar, você deve responder algumas questões que determinarão seu alinhamento (alto, baixo ou neutro). Sem dúvidas, uma escolha já conhecida, mas muito bem-vinda para os jogos do gênero. As perguntas envolvem assuntos distintos, como “O que significa vitória para você?”, trazendo respostas que variam desde “eliminar totalmente as forças inimigas” passando por “quando a guerra acaba”, até “ter certeza de que seus amigos estão vivos”.
O título coloca você na pele de Denam, que busca vingança contra cavaleiros negros que mataram seu pai. Você é acompanhado por Catiua, sua irmã que detesta violência e guerra. Outro amigo é Vyce, um valentão que quer apenas briga e desforra.
 

 
Os primeiros momentos do jogo servem para definir qual tipo de pessoa você é, podendo variar de agressivo a calmo. O resultado influencia diretamente em como os outros tratarão seu personagem, algo que deve ser comprovado durante sua jornada. Denam habita uma ilha chamada Valeria, onde também encontramos três raças: os Gargastan, Walstanian e Bacrumese, que se enfrentam para dominar a nação.
Mantendo a classe
As batalhas do game são em turnos e o campo é dividido no famoso sistema de grades. Qualquer um que já tenha jogado um game do gênero não se sentirá estranho ao desfrutar de Tactics Ogre, que conta com os comandos ataque, defesa e usa habilidades especiais enquanto movimenta os personagens como se estivessem em um tabuleiro de xadrez.
Muitas ações exigem que o jogador aguarde certo tempo até que seu personagem se recupere, mantendo os elementos tradicionais do gênero. Uma das diferenças é que o combate influencia na própria história. Ou seja, as escolhas de quem você matar ou deixar viver pode alterar os momentos posteriores da trama.


Felizmente, o jogador conta com a Wheel of Fortune, um recurso que permite voltar até 50 turnos da batalha para tomar decisões diferentes e conhecer a história sob outras óticas. O remake do título trará uma trilha sonora remasterizada e expandida pelos compositores da versão original. Os fãs ficarão contentes ao saber que há mais 30 por cento de conteúdo da trama se comparar o jogo com a versão original. Resta esperar até o primeiro trimestre de 2011, data em que Tactics Ogre: Let Us Cling Together chega exclusivamente ao PSP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página